O homem criou Deus?

cross-1517092_640O assunto de hoje é um tanto quanto polêmico e difícil de ser discutido: seria Deus uma criação humana?

Recentemente, assisti ao filme: uma questão de fé.

O filme conta a história de uma garota cristã, entra na universidade e após se interessar cada vez mais pelo evolucionismo, passa a se  questionar sobre a veracidade do cristianismo. O ápice do filme ocorre quando o pai dela e o professor entram em um debate público.  A idéia do filme é interessante e para mim, tinha um grande potencial.  No entanto,particularmente fique decepcionada, pois achei que o debate e os argumentos em si foram pouco explorados. Enfim,  apesar disso, o filme tem algumas falas marcantes. Em uma dela o pai pergunta: “E como o senhor exclui Deus?”. Nesse momento, o professor parece ficar surpreso e feliz pois tem uma resposta pronta: “Simples, o Homem criou Deus”.

Não sei quanto a você, mas ando ouvindo coisas do tipo com maior frequência do que gostaria. Não muito distante, começou a circular no Facebook uma entrevista com um ator famoso se declara ateu. Ele disse: “Eu não poderia acreditar em um deus desses, que permite tantas desgraças acontecerem com pessoas inocentes. ”

No filme, o docente cita Freud para tentar se respaldar – O homem tem uma necessidade de criar um ser imaginária que sirva como uma “balança cósmica”. Um ser superior que me apoie, que me ajude a ser bem sucedido, que me vingue e me proteja. É uma tentativa humana de se isentar da responsabilidade de seus atos- se algo não deu certo, foi porque Deus quis. E assim sucessivamente. Parece inteligente, não?  Uma verdade fruto de profundo e complexas análises psicológica e antropológica? Parece até que chega a ser algo óbvio, não?

Bem, diante disso, surge em cena outro professor, pra dizer : “Não é bem assim”. Se o homem pudesse escolher, provavelmente ele escolheria não criar Deus. Pense, todas vez que algo ruim acontece, quem nós culpamos? Deus. Se ele foi criado por nós, porque nós criamos um ser que, teoricamente é responsável por todas as mazelas da humanidade? Pra que criar um ser  e depois dizer que ele está morto?

“Ah, mas o Homem criou a religião para manipular os outros, com as ideias de recompensa e castigos divinos”.Nietzsche mesmo afirmou que Deus está morto e as pessoas precisam aceitar e aprender a lidar com isso a fim de se tornarem espíritos livres. Ele também indaga se nós não deveríamos nos tornar deuses para sermos dignos de Deus. Nietzsche nada mais esta dizendo que precisamos deixar a barra da saia de nosso progenitor para podermos crescer, como lei natural da vida. Pois somente assim tiraríamos a responsabilidade de tudo em Deus e as assumiríamos, como adultos devem fazer. Precisamos ser libertos dessa ditadura teológica que nos diz o que é certo ou errado, afinal, não foi a própria igreja que impediu a humanidade de abrir os olhos para a verdade da ciência por séculos?

Então imaginemos isso: o mundo imaginado por Nietzsche, onde o bem e o mal não existem mais, apenas o homem e sua natureza. Sendo assim, então não exite mais pedofilia, assassinato, ou estupro. Sim, porque como você vai falar para um homem que ele não pode ter relações sexuais com uma criança? Ele nasceu desse jeito, não foi? Como diremos que não é saudável  um homem ao a uma mulher ter relações sexuais com animais? Ela nasceu desse jeito? Se, como o filósofo disse, nós nos tornamos nossos próprio deuses, então somo nós que estipulamos as regras, cada um segundo sua própria vontade, pois se somos iguais, ninguém deverá ser reprimido por uma sociedade opressora, ou algum deus pode ser subjugado. Se for, então seria ele realmente um deus? Imagine o quanto a ciência poderia evoluir sem  os entraves da bioética: os pesquisadores não teriam que gastar meses esperando autorização de projetos pelos comitês – bastava fazer o projeto e trabalhar. Para que ficar fazendo testes em animais s podemos usar o melhor protótipo – um ser humano igual a mim e a você? Sim, porque o corpo é dela, logo, ela têm o direito de fazer o que bem entender. Se ela subentende que vale a pena vender um pulmão, porque não? Alguns precisam de dinheiro, outros têm o dinheiro, porque não podem todos se autoajudar? Se eu tenho dinheiro, então eu também posso comprar um escravo, não? O corpo é dele, consequentemente, o mesmo direito que ele tem de vendê-lo eu também devo ter de comprá-lo. Experimentos com embriões? Pode sim, afinal, se eu sou deus, eu estipulo quando a vida começa e quando termina. Se eu estipulo meus conceitos, se eu quero que meu filho seja loiro, alto, olhos azuis, porte de atleta, livre de genes de miopia, diabetes, trombose, e a ciência de meios de me dar um filho assim, quem vai dizer que eu não posso comprar o genótipo do meu filho? Se o bem e o mal não existem, então porque eu preciso me preocupar ou respeitar o próximo? Sim, porque se eu sou um ser livre, então não sou obrigado a nada. Na verdade, se pensarmos assim, então qual a finalidade da medicina? Qual seria a finalidade do juramento de Hipócrates? Se formos observar mais criticamente a medicina então continuaria a existir apenas como uma máquina de ganhar dinheiro que contradiz as próprias leis da natureza. Onde estava Darwin que não viu que seu mair inimigo eram a opressão medicinal ao invés da teológica? Pois, como naturalista, deveria ser fácil observar que a medicina nada mais faz do que barrar a seleção natural, perpetuando os mais debilitados e assim, os médicos se tornariam os próprios responsáveis pela deterioração do homem, ao invés do contrário. Alguém já viu uma águia míope? Um leão hipertenso? Um chimpanzé diabético? Será que em nossa evolução, estaríamos necessariamente progredindo?

Por fim, se o homem criou Deus, de onde surgiu nossos conceitos de ética e moral? Quando decidimos que deveríamos respeitar o espaço do próximo. De onde surgiu o conceito de que não deveríamos roubar, matar ou julgar alguém? Sim, porque se o homem criou Deus, para haver uma ordem na sociedade, partindo-se do julgamento que originalmente o bem e mal não existem, de onde surgiram esses conceitos? Qual a finalidade de se restringir a liberdade humana? Se devemos ser racionais, porquê simplesmente não deixamos a natureza agir?

Algumas pessoas fazem discursos como se a culpa de grande parte dos problemas da humanidade fosse os preconceitos dos religiosos que atrasam a humanidade. Mas não consideramos apenas homofobia, racismo e machismo. Vamos considerar tudo, a repreensão a legalização das drogas, do aborto, do casamento poliafetivo, do casamento entre adultos e crianças, casamento entre pessoas e animais, experimento com embriões humanos, testes em seres humanos, escravidão, assassinato e roubo. Também não se esqueça incendiar os direitos humanos e as constituições dos Estados laicos, pois são baseadas em conceitos religiosos. Vamos eliminar essas pessoas e tudo que elas representam. Será que esse mundo constituído apenas por seres livres seria tão melhor assim? Livre dessas amarras mentais de bem e mal? Em qual mundo você preferiria viver?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s